Minha

Missão e Ética

de Trabalho

Investir na metodología TBBH significa muito mais do que conquistar medalhas.
Significa mudar a vida de jovens para melhor.
Para sempre!
Minha Missão
Ética

Como a Metodología TBBH tem um forte ámbito educativo e formativo, é inevitável que tenhamos que compreender a importante relação entre esporte competitivo e educação.

     Para saber como se aplica na prática a metodología TBBH juntamente com as leis de relação e seus destinatários, será necessário direcionar nossos olhares e atenção para a ciência.

Estudos científicos realizados pela tradicional e mundialmente respeitada escola britânica de Millfield que, desde 1956 teve pelo menos um membro na delegação olímpica britânica, que deu seus primeiros passos na instituição, concluiu que o esporte competitivo é uma parte fundamental na formação do indivíduo simplesmente porque o cérebro não vive divorciado do corpo. Ou seja, um jovem precisa ter uma prática esportiva constante para que se possa extrair o melhor dele na classe. A ciência recentemente já provou que, quando nos exercitamos, estimulamos a região frontal do cérebro denominada CORTEX PRE-FRONTAL. Esta região é responsável por funções importantes como: planejamento, organização, foco e memória.

Além disso, exercitar-se também cria novos neurotransmissores e uma proteína chamada BDNF, responsável por manter as células cerebrais jovens e fortes. O que claramente nos leva à conclusão de que quem se exercita, está mais apto para aprender.

Na metodología TBBH estão aderidos os ingredientes, dos quais, farão a conexão entre o esporte competitivo e  a educação/formacão.

Por outro lado, segundo um estudo europeu realizado pelo ANPE - National - Sindicato Independente de Educação Espanhol, sobre  esporte competitivo e educação, demonstrou que o índice de jovens infratores disparou em todo o país. O consumo de álcool e drogas, abusos sexuais, indisciplina, violência escolar, abandono prematuro da sala de aula, rejeição à imigrantes e rebelião contra os pais são alguns desses aspectos.

Como podemos perceber, não apenas no Brasil que esses dados são correntes.

Existe uma desorientação crescente e alarmante seguido de um desequilíbrio entre a idade biológica e a psicossocial, bem como comportamentos inadequados ou violentos. Há uma porcentagem elevada de jovens que não encontram seu lugar

REALIDADE ALARMANTE!

O IMPACTO DO TREINADOR NA VIDA DE UM ATLETA

 

Há um aspecto que um treinador de esportes competitivos nunca deve perder de vista: a influência que suas ações e ensinamentos podem ter sobre o desenvolvimento pessoal e profissional dos atletas que estão sob sua responsabilidade.

Todos fomos crianças e, se pensarmos em alguns dos treinadores que tivemos, perceberemos a facilidade com que associamos certas ações e frases específicas à sua pessoa. Essa é a trilha educacional que eles deixaram em nós, que agora queremos exercitar como treinadores, de maneira a melhorar sempre.

Consciente desse impacto que podemos ter sobre a futura percepção da vida por nossos alunos, certamente, a partir de agora, tentaremos identificá-los amanhã com momentos específicos nos quais eles estão presentes e claros, valores como respeito, o jogo limpo, o sucesso através do esforço e o desejo de se superar. Se conseguirmos isso, é mais do que provável que seja uma conseqüência direta do fato de que nós reunimos as habilidades e características que deveriam ser as características dos grandes treinadores esportivos.

 

Código de ética profissional dos treinadores de natação

 

O treinador deve:

  1. Comporte-se de modo a enaltecer a profissão que você exerce.

  2. Seja modesto na vitória, e resiliente à derrota.

  3. Manifeste-se de forma a merecer o respeito e a confiança de todos.

  4. Comporte-se com a dignidade adequada e a altura do exercício da

      profissão.

  5. Seja um embaixador da boa vontade

  6. Aumente o seu conhecimento de forma contínua, contribuindo desta

      forma para o seu crescimento e dos outros.

  7. Transmita para seus colegas quantos conhecimentos o alcançam de

     maneira justa e bilateral, para ajudar a melhorar o nível da profissão.

  8. Trabalhe sempre com integridade e sempre por meios honestos.

  9. Tenha ideais e princípios firmes sobre a justiça e a verdade.

10. Mantenha intacta toda a informação confidencial recebida.

11. Qualquer sentença judicial por um crime, constituirá uma violação

     do código de conduta.

12. Não aproveite-se do trabalho feito por outros treinadores

      sem permissão e consentimento o mesmo.

13. Faça tudo o que estiver ao seu alcance para nutrir a vida moral,

      espiritual e intelectual de seus nadadores.

14. Cultive certas virtudes nos nadadores, como paciência, tenacidade,

      justiça e sinceridade.

15. Trate de maneira humana, apropriada e justa seus nadadores.

16. Conduza todas as comunicações profissionais de forma honesta e

      aberta, contribuindo para o engrandecimento do esporte e da

      profissão.

17. Seja justo e preciso, sempre ajustado-se à sua capacidade.

18. Tome decisões o tempo todo com base no melhor interesse do

      atleta.

19. Um treinador não deve envolver-se em relações sexuais com

      qualquer menor. A má conduta sexual consiste em qualquer

      comportamento que use a influência da posição do treinador para

      promover intimidade inadequada entre o treinador e o atleta.

20. Um treinador não deve abusar do álcool na presença de seus

      atletas.

21. Um treinador não deve usar drogas ilegais ou recreativas. Um

      julgamento legal por posse ou venda de qualquer substância ilegal

      será automaticamente uma violação desta regra.

neste mundo e, por causa do comportamento agressivo e alarmante, desfocam a realidade com a qual outras crianças vivem sua adolescência e juventude.

Outro fator importante abordado para a criação da Metodologia TBBH está relacionado à saúde dos jovens de hoje. Um estudo sobre comportamentos saudáveis de jovens nas escolas realizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em mais de 40 países , dentre eles o Brasil, inclui os resultados de mais de 200 mil estudantes entrevistados com idades que variam de 11, 13 e 15 anos entre 2014 e 2015; revelaram que 27% dos alunos admitem ter testado substâncias como a cannabis.

A Metodologia TBBH também busca trabalhar esses dois aspectos em geral, usando o esporte como a principal ferramenta para potencializar a melhoria educacional e psicológica, mantendo o corpo e mente saudáveis.

  No que diz respeito à parte corporal e / ou disciplinar, além do conhecimento profundo do treinamento esportivo destinado a natação, a Metodologia TBBH, além de outros aspectos, trabalha com uma dosagem cuidadosamente equilibrada de motivação, paciência e disciplina. Ou seja, não se trata apenas de impor regras, mas também fazer com que os jovens ao longo do projeto desenvolvam sua consciência de por que essas regras devem ser seguidas e respeitadas. Uma vez que isso resultará em grandes benefícios ao longo de suas vidas. Seja dentro ou fora das piscinas. Por toda a vida.

© 2018 by J. Bastos - Swimming Coach. All rights reserved.